Conheça os principais sintomas da Miastenia Gravis

Sintomas Postado em 29/05/2019

A Miastenia Gravis (MG), doença neuromuscular rara, é até hoje pouco diagnosticada. Por um lado, por seus sintomas se confundirem com outras doenças, como esclerose múltipla e ELA (esclerose lateral amiotrófica), só para citar algumas; e, por outro, por não ser conhecida em profundidade por todos os profissionais da saúde. Além disso, os pacientes costumam ter dificuldades em descrever os episódios que experimentam em alguns momentos do dia.

Se você chegou a este post, provavelmente esteja buscando informações sobre alguns sintomas que você ou alguém próximo está apresentando, muitas vezes considerados estranhos. Vamos, então, descrever de forma simples os sintomas da Miastenia Gravis, com o objetivo de disseminar informações sobre a doença.

A Miastenia Gravis provoca sintomas que sempre envolvem músculos, e somente aqueles que controlamos de forma voluntária. Isto é, para falar, mastigar, engolir, abrir os olhos, piscar, andar, segurar um objeto, entre outras ações, o cérebro envia conscientemente comandos para que os respectivos músculos envolvidos executem tal tarefa ou movimento. É tão comum para nós que fazemos automaticamente, sem exigir grandes esforços. Nos miastênicos, ocorre uma súbita interrupção da comunicação natural entre nervos e músculos, dificultando ou às vezes impedindo que a pessoa execute o que deseja.

Então, vamos aos sintomas da Miastenia Gravis:

Fraqueza excessiva

Quando a pessoa não consegue movimentar algum determinado músculo, mesmo que se esforce ao máximo, está com o sintoma de fraqueza. A sensação é de perder a força física ou muscular. A pessoa sente que precisa se esforçar para mover braços e pernas, por exemplo, e tem dificuldade até de sustentar a cabeça. A intensidade da fraqueza, assim como a duração dessa sensação, pode ser rápida ou bem extensa. Geralmente, essa fraqueza relacionada à Miastenia Gravis desaparece quando os músculos estão em repouso e, em alguns casos, ela volta ao se usar novamente os mesmos músculos. Muitos pacientes chegam no consultório e dizem: “Estou com o músculo fraco” ou “Sinto fraqueza no corpo”.

Fadiga extrema (ou Fadigabilidade)

Diferente da fraqueza, a fadiga é um estado de exaustão, de total falta de energia, em que a pessoa sente uma forte necessidade de descansar. É comum a pessoa confundir fadiga com cansaço, sendo que este último ocorre como consequência de um esforço físico ou mental do dia a dia. O sintoma da fadiga extrema é desproporcional ao esforço feito no dia, numa intensidade praticamente injustificável se a pessoa parar para analisar. As pessoas com Miastenia Gravis alegam sentir “cansaço fácil” ou “um cansaço que surge do nada”.

Pálpebra caída

As pessoas costumam perceber esse sintoma como um olho caído, ou, às vezes, os dois olhos. É como se a pálpebra superior perdesse sua sustentação muscular ou ficasse flácida. A sensação é de o músculo não ter força para erguer a pálpebra. Esse sintoma é chamado ptose, pelos médicos. A pálpebra caída reduz o campo de visão, o que é bem desagradável. É comum pacientes com Miastenia Gravis terem dificuldade em abrir os olhos ao acordar, porque o músculo palpebral não responde ao comando natural. Não raro, depois de concentração e esforço, eles conseguem fazer com que a pálpebra abra ligeiramente, permitindo enxergar parcialmente. A queda da pálpebra também pode ocorrer com frequência durante o dia, por exemplo, quando a pessoa passou um longo período lendo.

Visão dupla

Este sintoma faz com que a pessoa enxergue duas imagens de um objeto, de forma parecida como antigamente víamos na TV uma imagem com “fantasma”, lembra disso? A visão dupla é causada porque os músculos oculares estão fracos. Uma das características quando há essa fraqueza ocular é que a pessoa não consegue mover o olho de forma suave e não há controle sobre o movimento ocular. O termo científico da visão dupla é diplopia, e acontece porque os olhos, que não estão alinhados corretamente, transmitem imagens de um objeto, mas de ângulos diferentes, para o cérebro. Outro sintoma da Miastenia Gravis que também atinge a visão é enxergar um objeto de forma borrada.

Dificuldades na região da boca

Vários músculos na região da boca e garganta – e alguns da face – também podem ter picos de fraqueza na Miastenia Gravis, causando uma série de dificuldades, como para mastigar, para engolir (deglutição) e até para falar. “Não consigo engolir” e “Tenho dificuldades para mastigar” são algumas formas que os pacientes tentam explicar seus sintomas para os médicos. Há casos em que o miastênico não consegue nem fazer um simples bochecho depois de escovar os dentes, quando neste caso atingiu o músculo dos lábios. Outros sintomas nessa área podem provocar regurgitação de líquidos e sólidos pelo nariz; voz anasalada; dificuldade na articulação da fala ou na produção dos fonemas.

Problemas respiratórios

A Miastenia Gravis pode causar fraqueza no diafragma e em músculos respiratórios. Este é o quadro mais grave da doença e é considerado como “crise miastênica”, porque pode causar insuficiência respiratória. A pessoa, literalmente, sente dificuldade para respirar. Um teste simples que pode ser feito é pedir para a pessoa inspirar profundamente e contar até 10 em voz alta. Se não conseguir, provavelmente há um comprometimento sério do sistema respiratório, e a pessoa deve ser levada rapidamente para um hospital.

Vale frisar que os sintomas variam de um paciente para o outro, assim como o tempo de duração dos episódios. Quem tem Miastenia Gravis pode ter somente um ou vários dos sintomas descritos acima. Além disso, a doença pode se manifestar de forma flutuante, com períodos alternados de melhora e de agravamento; então, o paciente pode estar ótimo e, de repente, se sentir muito mal, principalmente se utilizou com algum esforço o grupo muscular em questão.

Por não ter uma constância, quem convive com um miastênico pode até desconfiar se é real que a pessoa de uma hora para outra deixe de ter a capacidade de pegar um copo de água, por exemplo. Os pacientes diagnosticados garantem que há episódios, de fato, de total incapacidade para aquelas tarefas básicas que as pessoas saudáveis executam normal e automaticamente.

Esperamos que você tenha encontrado aqui a resposta que procurava.

Destaques

Cadastre-se e conheça mais sobre a Miastenia Grave.