Impacto da Covid-19 em pacientes com miastenia gravis

Coronavírus Postado em 16/05/2022

A miastenia gravis é uma doença neuromuscular autoimune crônica que causa fraqueza muscular, afetando músculos da face, braços e pernas, além dos músculos responsáveis pela respiração e deglutição. O fato de ser considerada uma doença autoimune levou muitos especialistas a se preocuparem sobre os impactos que a Covid-19 poderia ter sobre os pacientes.

Sabe-se, por exemplo, que as infecções são fatores que contribuem para a exacerbação da miastenia, que pode se apresentar de diferentes formas: dificuldade para engolir, insuficiência respiratória aguda ou dificuldade para realizar uma atividade física. Continue a leitura e entenda como a Covid-19 pode afetar os pacientes com miastenia.

O que se sabe até agora sobre a Covid-19 em pacientes com miastenia gravis?

Alguns estudos vêm sendo realizados com o objetivo de encontrar uma resposta para essa pergunta, porém, o fato é que não é possível concluir que a miastenia gravis é fator de risco para um quadro grave de Covid-19.

Dados de um estudo que observou pacientes adultos internados com Covid-19 em hospitais de São Paulo mostraram que a mortalidade entre os pacientes portadores de miastenia que necessitaram de internação hospitalar devido à Covid-19 foi de 30%. Outros estudos que observaram pacientes com Covid-19 na população geral brasileira apresentaram índices de mortalidade variando entre 21 a 28% – uma taxa muito semelhante. Os sintomas mais comuns apresentados pelos pacientes com miastenia foram febre, dificuldade para respirar, tosse e dor muscular.

Os pacientes com miastenia que faleceram em decorrência da Covid-19 apresentavam fatores de risco semelhantes às outras pessoas que também perderam a vida pela Covid-19, mas que não tinham miastenia gravis. Ou seja, os pesquisadores concluíram que a miastenia gravis é um fator de risco independente para morte em pacientes com Covid-19. 

Porém, outros pesquisadores que buscaram avaliar o impacto da Covid-19 em pacientes com miastenia gravis observaram que o tempo médio de internação hospitalar é maior entre esses pacientes. Há ainda alguns ensaios que mostraram que a evolução e agravamento da Covid-19 varia bastante em pacientes com miastenia gravis.

O ideal, diante de dados ainda controversos, é que os pacientes com miastenia gravis continuem tomando os cuidados para evitar a contaminação pelo coronavírus recomendados para toda a população, evitando ainda lugares com grandes aglomerações de pessoas e ambientes fechados.


O uso dos medicamentos para tratar a miastenia gravis é seguro em pacientes com Covid-19?

Pesquisadores também afirmaram, com base no estudo que avaliou a mortalidade dos pacientes com miastenia internados por causa da Covid-19, que o uso de medicamentos imunossupressores para miastenia durante infecção por Covid-19 é seguro. Assim, é recomendado que os pacientes com miastenia continuem o tratamento atual e não interrompam nenhuma medicação sem autorização médica.

Pacientes com miastenia gravis podem tomar a vacina contra Covid-19?

A recomendação é de que todos os pacientes com miastenia gravis tomem todas as doses da vacina contra Covid-19. Mesmo aqueles que já tiveram Covid-19 devem ser vacinados para evitar casos de reinfecção. Além disso, não é necessário interromper o uso das medicações quando for tomar a vacina.

Apenas pessoas com miastenia e que fazem uso de medicamentos imunossupressores precisam se atentar a alguns aspectos:

  • A vacina usada deve ser produzida com o vírus inativo – a restrição à vacina se dá pelo tratamento da miastenia gravis, e não pela doença em si. Pacientes que não utilizam medicações e que não se submeteram à cirurgia para retirada do timo podem se imunizar com qualquer vacina;
  • O efeito da vacina pode ser menor – os medicamentos imunossupressores afetam a imunidade e, consequentemente, a resposta do corpo à vacina. Isso torna ainda mais importante que o paciente tome todas as doses previstas dos imunizantes.

Atenção: caso o paciente com miastenia gravis tenha alguma dúvida em relação à vacinação, deve buscar orientação com o médico para entender se há restrições de acordo com o tipo de vacina, os medicamentos que toma e as respectivas dosagens, assim como o estágio da doença.

Conteúdo relacionados

Qual a relação entre miastenia gravis e o coronavírus?

Portadores de Miastenia podem tomar as vacinas contra a Covid-19?

Confira quais vacinas são proibidas para quem tem miastenia

Referências


Destaques

Cadastre-se e conheça mais sobre a Miastenia Grave.

Política de Cookies
Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade. Conheça nosso Portal da Privacidade e veja nossa Política.

Prosseguir Negar